quarta-feira, 9 de setembro de 2009

CONVOCATÓRIA!

A comunidade da Escola Livre de Teatro, torna público o último fato que ameaça o projeto político pedagógico original da escola reconhecida e respeitada nacional e internacionamente, podendo inclusive comprometer definitivamente a continuidade da instituição que vem sendo construída ao longo de 19 anos.

Na Tarde desta terça-feira, dia 08/09/2009, foi comunicado a Edgar Castro o seu desligamento do quadro de Funcionários da ELT, pelo Diretor de Cultura Sr. Pedro Botaro. Fato este que só faz reafirmar a grave situação que ameaça a continuidade do projeto original, visto todos os atos anteriores, que nos vem sendo apresentados como tentativas de dissolver a força artística representada por este coletivo.

Assim sendo, convocamos todos para o ato que ocorrerá na próxima sexta-feira, dia 11/09/2009, com concentração que se iniciará às 14 horas na porta da referida escola, cujo qual tem como objetivo a formalização da entrega de uma carta ao Secretário de Cultura Sr. Edson Salvo Melo, em uma marcha que se estenderá até o Paço Municipal.

Escola Livre de Teatro
Praça Rui Barbosa, s/ nº
Bairro Santa Terezinha
Santo André - SP

7 comentários:

PIERINA disse...

tô dentro!

Cafeína Mental disse...

total apoio!
(+_+).

Alexandre Maldonado disse...

dentro, e com a cara pra bater se for preciso

sofia disse...

Quem puder participar, será maravilhoso e imprescindível a ajuda de todos. Precisamos de muita muita força neste momento. A Escola Livre é um projeto VERDADEIRAMANTE DEMOCRÁTICO E TRANSFORMADOR. Eu sei. Eu passei por ela. E nunca mais serei a mesma.Lá se faz arte. Sabe arte? Arte de verdade? Lá se aprende arte com artistas, mestres do fazer, da prática, da vida.A Escola, antes deste novo prefeito assumir, tinha projetos de ser mantida por uma autogestão. Aprendizes e mestres, JUNTOS, DECIDEM OS RUMOS DA ESCOLA. Lá não existe um currículo fixo. Lá não temos nenhum tipo de vínculo com o MEC. Lá, o aprendizado vem na medida da NECESSIDADE de cada grupo, cada coletivo. O projeto ELT é um projeto absolutamente inovador e RADICAL, que funciona como tal na PRÁTICA e não apenas na teoria, como vemos em muitos lugares. A Escola Livre é verdadeiramente democrática, não pagamos mensalidade, não somos selecionados por um vestibular imbecil, a escola tem as portas abertas até para quem não sabe ler, porque lá se investe verdadeiramente nos seres humanos. O que esse Secretário de Cultura está querendo fazer pode DESTRUIR tudo o que a Escola e seus pensadores maravilhosos (dentre eles, Cacá Carvalho, Tiche Vianna, Antonio Araújo, Celso Frateschi, Maria Thaís, Edgar Castro, Rogério Toscano, Georgette Fadel, Cibele Forjaz, Luís Alberto de Abreu, Alexandre Matte, Kil Abreu, Lucyenne Guedes, Chiquinho Medeiros - apenas OS CARAS do teatro, hoje) desenvolveram ao longo deste vinte anos de existência. É inconcebível pensar num governo interferindo desta maneira na ELT. Ela nasceu livre assim deverá permanecer, pois só assim é que ela se desenvolve.
A Escola Livre é algo vivo e pulsante. E agora querm assassiná-la. Não podemos deixar que isso aconteça. Participem. Participem. Participem.

Letícia Tomazella disse...

Quero manifestar meu repúdio às decisões recentes da prefeitura de Santo André no que se refere à ELT. Sou atriz e estudante da EAD e isso me torna irmã de todos os estudantes de teatro, principalmente da Escola Livre: a ELT e a EAD sao escolas que têm nao só alguns mestres em comum, mas também alguns aprendizes que passaram pelas duas escolas. Eu sou amiga e companheira de muitos aprendizes da ELT e sou amiga e companheira do Rogério Toscano, cujo trabalho e paixão pela ELT são visíveis a qualquer um que o conheça. Foi por meio dele que conheci o projeto maravilhoso sobre o qual a ELT é firmada, e isso nao pode mudar de forma alguma. É um projeto MUITO diferente do que existe por aí, no âmbito da pesquisa teatral, pois possui o frescor das idéias dos jovens pensadores paulistanos e prima, assim, por um trabalho essencialmente COLETIVO, em que nao existe distinção entre um e outro aprendiz, um e outro mestre, um aprendiz e um mestre, etc.: são todos estudiosos de teatro e são todos unidos por essa paixão. Admiro muito a ELT e seu conceito, os mestres e aprendizes que conheci, e quero dizer que terão todo o meu apoio. Vou tentar desmarcar um compromisso da sexta-feira para poder ir à passeata. É assim que tem que ser: nós, de teatro, seja da escola X ou Y, temos de estar todos juntos quando o assunto é teatro e ensino de teatro. A causa é também minha a partir do momento em que interfere naquilo que me move: a arte e os artistas.
Força a todos! Parabéns pelas inicitativas!

Letícia Tomazella disse...

correção: INICIATIVAS.
Rs... Beijos com firmeza!!!

Luiz disse...

Apoiarei de curitiba o movimento...